Então eu nunca estou seguro?

Se você utiliza os serviços nas suas versões mais atuais e estáveis, as quais não possuem falhas conhecidas e você sabe que não é possível conectar-se neles através de qualquer computador na Internet, você está bastante seguro. Na verdade, isso é praticamente tudo que você, como usuário, pode fazer para deixar o computador seguro contra invasões remotas.

Lembre-se que falhas novas podem ser descobertas em diversos serviços e, nesse caso, você precisa atualizá-los. Em algumas raras ocasiões, certas falhas não são publicadas para a fabricante do software e nesse caso pode demorar até que ela seja consertada, porém sempre vão existir métodos adicionais para a proteção, sendo o principal deles um firewall.

Mas essa segurança pode ir por água abaixo se você instalar um backdoor, talvez através um download falso em uma rede P2P. Se você possui um backdoor instalado, não é necessário uma “invasão”, pois um backdoor é geralmente o resultado de uma invasão, ou seja, o backdoor é o que dá o controle do seucomputador para o cracker. Backdoors podem ser também rootkits, como o
Hacker Defender.

Nesse caso o seu maior aliado é a sua própria atenção para não cair em mensagens falsas em e-mails e verificar com um antivírus todos os arquivos recebidos através de meios inseguros. A proteção do seu computador como um tudo é um assunto mais longo e que tentamos cobrir através dos artigos deste site.

Lembre-se que a segurança é uma ação sua e seu computador nunca vai estar 100% seguro se você não tiver 100% de cuidado, pois nem todos os software de segurança disponíveis no mercado juntos são capazes de substituir o valor de um usuário atento.

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.