O Windows Update, ferramenta usada por sistemas Windows para verificar a existência de novas atualizações para o computador, deve ser substituída pelo novo Microsoft Update.

O Microsoft Update não verifica somente atualizações para o sistema operacional, mas também para diversos outros produtos Microsoft, como a suíte Office, o Exchange e o SQL Server. Isso facilita a instalação de atualizações, principalmente em servidores de pequenas empresas.

Embora o Microsoft Update já esteja pronto e funcionando, a Microsoft deve continuar operando os outros serviços de atualização online oferecidos pela empresa (o Windows e Office Update), já que o novo serviço é oferecido apenas para computadores rodando o Windows 2000 e versões mais novas do sistema, como XP e 2003.

A nova ferramenta foi lançada juntamente com o “Update Services”, a nova ferramenta da Microsoft para gerenciamento de patches em ambientes empresariais, que substitui o SUS e que integra o novo Microsoft Update.

Manter o sistema e seus softwares atualizados é uma das coisas mais importantes que devem ser feitas em qualquer plataforma e ambiente.

“Nós sabemos que seu desejo número um é para que eliminemos a necessidade de patches”, disse Steve Ballmer, CEO da Microsoft. Embora isso não seja possível, ele diz que com as novas ferramentas disponibilizadas, a Microsoft espera que a instalação de patches pelos seus clientes seja facilitada e assim mais sistemas estejam seguros contra ameaças que se utilizarem das falhas corrigidas. “Acreditamos que vocês agora possuem as ferramentas para gerenciar sua segurança”, completa Ballmer.

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.