Circula na web uma mensagem que diz que você pode parar worms de e-mail colocando um registro chamado !0000 (ou !AAAA) na sua lista de contatos no Outlook Express ou outro programa de e-mail. O contato não deve possuir um endereço de e-mail.

A mensagem explica que, fazendo isso, um worm de e-mail tentará enviar o vírus para o contato !AAAA (que será listado em primeiro na lista) e vai falhar, pois não há um endereço de e-mail cadastrado. Com isso você poderia detectar que o worm está presente antes que ele se enviasse para os demais contatos.

Embora o truque seja capaz de funcionar contra worms de e-mail mais antigos (que ainda utilizavam o Outlook Express), ele não vai funcionar contra worms mais novos. Os worms mais novos não usam os e-mails de contatos no Outlook Express e sim endereços de e-mail encontrados no disco rígido dentro de arquivos DOC, TXT, HTML e outros.

Os worms são feitos dessa forma porque eles ainda podem funcionar em usuários de webmail (que não possuem contatos no Outlook Express) e também porque o worm será capaz de obter um número maior de endereços, já que arquivos HTML, como os presentes no cache do Internet Explorer, serão analisados. Esses arquivos possuem vários endereços de e-mail.

Os worms de e-mail atuais também possuem seu próprio código para enviar e-mail e não enviam as mensagens através do Outlook Express, fazendo com que seja impossível você detectar um worm simplesmente modificando as configurações do Outlook Express.

Em resumo, não tente cadastrar o contato !AAAA ou !0000 pensando que ele vai proteger você, seus amigos e colegas de trabalho contra worms de e-mail. O truque não funciona e vai apenas lhe dar uma falsa sensação de segurança.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.