O provedor de internet e serviços web AOL está sofrendo mudanças para começar a oferecer serviços antes pagos gratuitamente, utilizando anúncios publicitários como fonte de lucro. As mudanças e a notícia de que a empresa faria 5 mil demissões colocaram a empresa nas manchetes. Não poderia haver uma pior hora para que a empresa tivesse que se desculpar pelo “pequeno” erro que cometeu ao liberar o histórico de buscas na web de mais de 650 mil usuários do seu serviço. Apesar de que a página onde o arquivo estava hospedado foi retirada do ar, ainda é possível encontrar o histórico em outros sites na web.

O histórico, que contém 2GB de dados quando descompactado, inclui 20 milhões de termos utilizados nas buscas de mais de 650 000 usuários em um período de 3 meses. O pacote também inclui dados sobre a interação dos usuários com os resultados, como qual foi o resultado clicado e onde ele estava. O nome de tela (screen name) dos usuários não é revelado.

Diversas notícias sobre vazamento de dados e informações têm surgido ultimamente, e o caso da AOL é só mais uma página nesse livro. Em todo momento preenchemos formulários com dados como nome, telefone e endereço e, como esses casos mostram, sempre existe a possibilidade de que aas informações acabem em mãos de um desconhecido qualquer, o que definitivamente não é algo interessante.

Em uma nota mais ou menos relacionada, a AOL está oferecendo um antivírus gratuito chamado Active Virus Shield, que utiliza tecnologia da russa Kaspersky. Aparentemente, você receberá um pouco de spam (e-mails pubilicitários) para poder utilizar o software gratuitamente, o que seguiria com o atual rumo que a empresa está tomando.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

3 comentários

  1. Fernando de Assis 08/08/2006 às 09:00

    O impressionante é uma empresa dessas querer continuar no mercado. Só se for para atender usuários incapacitados de avaliar melhor toda a concorrência. Por mim pode declarar a falência. Fora que nem precisa comentar a falta de carater de “soltar” uma lista com as preferências dos seus CLIENTES. Graças a Deus não sou cliente e nunca fui deles.

    Curtir

  2. Essa AOL comete erro atrás de erro. Como é possível uma empresa tão grande, ter tantas falhas?!!!

    Rui Nelson
    http://www.uebbemais.com

    Curtir

  3. Não preciso nem falar mais nada.
    O comentário de nosso amigo resume a atual situação da America Online.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.