A divulgação da sentença de Julie Amero (40), a professora substituta acusada de exibir imagens pornográficas para alunos de uma turma da sétima série nos Estados Unidos, foi adiada nesta quarta-feira (28/03) para o dia 26 de abril. Amero pode pegar até 40 anos de prisão. É a segunda vez que o sentenciamento da professora é adiado. Especialistas dizem que a professora pode ter sido vítima de spywares.

O caso ganhou atenção internacional porque especialistas de segurança acreditam que Amero pode ter sido vítima de uma chuva de pop-ups incontroláveis causada por spywares. O filtro de conteúdo da escola também estava desativado porque a instituição não havia recebido uma chave para reativar o software.

Leia a cobertura original da Linha Defensiva sobre o caso »

Nenhum motivo específico foi informado para o novo adiamento. O caso havia sido adiado no dia primeiro de março e estava marcado para esta quinta-feira (29/03), mas um novo adiamento nesta quarta-feira (28/03) levou o caso para o dia 26 de abril.

Novas informações tornaram-se escassas, já que nenhum dos advogados de Amero comenta o caso. Alex Eckelberry, presidente da empresa de segurança Sunbelt Software, que destacou a importância do caso quando este ainda era desconhecido para muitos, também não publicou novas informações no blog da empresa, onde costumava expor sua opinião e colocar novidades sobre o assunto.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

One Comment

  1. RAIMUNDO N B SILVA 30/03/2007 às 16:21

    este e o segundo caso semelhante que leio na internet, o primeiro foi ano passado de um professor universitario, tambem nos estados unidos, que acidentalmente, enquanto buscava arquivos no seu laptop para exibir em data show para os alunso, mostrou uma cena de zoofilia, sexo de humano com animais, a cena so durou alguns segundos, logo que percebeu o fato o professor desligou a conexção, mais já era tarde, foi obrigado a pedir demissão para que o caso não ganhasse proporções maiores. agora a professora amero. sinceramente não acredito que a professora tenha feito tal coisa propositalmente, o perfil de pessoas com desvio de conduta sexual não se enguadra aqui, estas pessoas difilmente se expõem. mas, mesmo admitindo a culpa da professora, aceitar 40 anos de pena a demais, sendo que no Brasil um serial killer que executasse uma sala de aula inteira, 30 alunos, pegaria 30 anos. admiro a cultura, e o povo americano, sou professor de historia, e considero a civilização americana um caso unico de organização e desenvolvimento em tão pouco tempo, se falando do ponto de vista historico, mais a veia puritanista, na definição classica da palavra, ainda esta muito presente na sociedade americana, e, isto, talves seja a sua principal fraqueza, a incapacidade de modificar os seus ancestrais valores morais.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s