A nova atualização do Mozilla Firefox trará mudanças significativas na maneira que o código de plugins é acessado. Até a versão atual, 3.5, o código presente na pasta “components” do programa pode ser acessado e modificado diretamente, facilitando a instalação “silenciosa” de malware em forma de falsas extensões ou plugins. Se instalado diretamente na pasta “components”, a extensão não poderá ser detectada pelo usuário.

A nova versão, 3.6, ainda em beta, bloqueará a pasta. Na nova versão, os chamados componentes (extensões, plugins e temas para o programa) serão obrigados a vir na forma XPI, padrão do Firefox. Desta forma, todo componente atualmente instalado será visível ao usuário.

Além desta medida, foi incorporado ao Firefox 3.6 beta o uso de “personas”, tipo de tema semelhante aos temas o navegador Google Chrome.

Anúncios

Escrito por lbrito1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s