O The Washington Post fez uma decisão equivocada ao demitir o repórter Brian Krebs. Krebs é um dos melhores jornalistas que atuam no campo de segurança da informação — isto se não for o melhor. Ele foi responsável por reportagens que realmente fizeram diferença e que chegaram a tirar da web redes criminosas inteiras.

A competência de Krebs não foi suficiente para salvá-lo da crise da imprensa norte-americana. Para quem não sabe, a imprensa nos Estados Unidos enfrenta uma forte crise, acentuada pela recessão de 2008 causada pelo caos financeiro mundial. Jornais vendem cada vez menos, e muitos já foram fechados completamente. Mesmo jornais grandes como o New York Times estão com dificuldades — não para se manter no verde, mas para poupar a tinta vermelha.

Há indícios de uma vagarosa recuperação, mas o medo ainda não saiu das redações. Jornais e outros veículos continuam demitindo funcionários, jornalistas ou não, traçando novas estratégias e mudando o foco para coberturas diferentes. Ironicamente, isso tem afetado negativamente a qualidade das coberturas, colocando a imprensa num ciclo da qual ela parece cada vez mais incapaz de quebrar: menos leitores levam a menos faturamento, que leva a demissões, que levam a coberturas mais superficiais, que afastam mais leitores…

Pelo menos Krebs não desistiu do jornalismo e foi para a assessoria de imprensa como outros profissionais da área (Ryan Naraine, Joris Evers). Krebs continua publicando conteúdo de qualidade no seu novo blog, Krebs on Security. Desejo sorte a ele nessa nova empreitada, tanto pelo noticiário de segurança da informação, como por Krebs em si, que é um excelente jornalista.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

1 comentário

  1. Verdade competência nem sempre é suficiente.
    O jornal perdeu um grande jornalista, que trabalha em um grande área de Segurança da Informação.
    Pessoas com essa capacidade é difíciu faltar emprego, sempre aparece.

    Att.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s