Uma promotora da Suécia pediu nesta quinta-feira que Julian Assange, fundador do site WikiLeaks, seja preso por suspeita de estupro, acusação que ele nega fortemente, segundo a agência de notícias Reuters.

Assange afirma estar sendo alvo de uma campanha do Pentágono que tem o objetivo de por em dúvida sua credibilidade e, portanto, dos documentos que o site tem liberado. Os arquivos disponibilizados pelo WikiLeaks mostram a existência de informações que o governo afirmava não ter, e, ainda, provam a existência de crimes de guerra, como tortura.

Leia mais

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

1 comentário

  1. Lucas Rafael /LnG 18/11/2010 às 17:29

    Claro que é armação do pentagono, qualquer pessoa ciente do que vem ocorrendo sabe que o pentagono está armando contra ele.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.