É normal que vírus apresentem alguns erros falsos para enganar os usuários e fazê-los pensar que nada de errado aconteceu. No entanto, alguns desses erros também são verdadeiros (e, muitos, vergonhosos), demonstrando verdadeira incompetência por parte do criminoso. É o caso de um vírus analisado pelo analista Diogo Baptista, do ARIS -LD:

A mensagem afirma que o programa foi criado com uma versão não licenciada do compilador. O compilador é o programa responsável por transformar o código do software em linguagem binária que o computador consegue compreender. É normal que o software funcione na máquina do criador do vírus – porque ele tem o compilador instalado -, mas o mesmo não vai acontecer quando a praga for distribuída.

Não está claro com qual software o vírus foi criado para exibir essa mensagem. Uma pesquisa na internet mostrou que ela talvez pertença ao Advanced BAT to EXE Converter.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

7 comentários

  1. Gostei dessa,provavelmente o criador nem tinha noção de que isso aconteceira,ou nem testou seu virus em uma maquina virtual….

    Flw

    Curtir

    Responder

  2. Soldierfront_br 02/03/2011 às 22:07

    E outra, isso mostra como tem gente “desesperado” para criar malware, seja para ganhar dinheiro rápido ou por diversão.

    Espero que esses “novatos” estejam estudando para utilizar seus conhecimento para o bem comum.

    Curtir

    Responder

  3. Épic Fail…

    eheuehuehueheueh

    Curtir

    Responder

    1. Falha épica foi esse comentário, acentuando “epic”. Na verdade não, por essas bandas é normal e vemos a falta de compreensão do Português.
      Não sou vigilante do PT, mas pelo menos axincalhe outros com estilo. okay?

      Curtir

      Responder

      1. OK sr. ‘Não vigilante do PT’,

        Para informação compreendo perfeitamente o português, falha épica é que no inglês não existe acento. Na verdade não, por essas bandas aportuguesar algumas palavras é mais comum do que parece. “okay”?

        Vou me lembrar de aCHincalhar (é, com ‘x’ não existe) com mais estilo.

        ‘okay’ também não existe, só pra lembrar…

        E eu não sou vigilante do português também, certo?

        Curtir

  4. BRUNO CUIABANO 07/03/2011 às 22:58

    penso que não existe hackers, são pouquissimos, porque a maioria são lammers disfarçados que copiam tudo que é tranqueira pra espiar a maquina de alguém, tipo aqueles programinhas pra colocar crédito no celular grátis ou ORKUT FAKE… fala sério…rs

    Curtir

    Responder

  5. Puxa que Burro! Dá Zero pra ele.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s