Perfil falso de Sophia Fernandes com mensagens xenofóbicas. (Foto: Reprodução)

Desde o meio da semana, muitos sites estão veiculando noticias a respeito de um perfil no Twitter (@SophiaOfDreams) que ofendeu de forma gratuita pessoas do nordeste do país e outras localidades, gerando revolta em muitos usuários. Muita gente ficou indignada. Mas o perfil, que dizia ser de uma gaúcha de 18 anos, é falso.

Existe na internet um fenômeno chamado de “troll” – basicamente um “trote”. O “troll” mais clássico é emitir opiniões polêmicas com o objetivo de “ver o circo pegar fogo”. O troll nem precisa concordar com a opinião polêmica – ele pode dizer qualquer coisa, desde que cause tumulto. Como “regra” em discussões na internet, existe o “não alimente em trolls”, em alusão ao aviso “não alimente os animais”, encontrado em alguns zoológicos. Essa recomendação existe porque os trolls vivem da atenção que recebem – afinal, o objetivo deles é justamente causar polêmica.

Se o objetivo do perfil @SophiaOfDreams era “trollar” ao criticar o Piauí, Ceará e todos os nordestinos, ele conseguiu executar com êxito sua missão.

Perfil @SophiaofDreams depois da "invasão". (Foto: Reprodução)

Com alguns caracteres, o suposto perfil de uma garota gaúcha no Twitter, falou mal desde a noite da ultima quarta-feira (7) de pessoas de alguns estados do Brasil. Visto a vontade de querer atacar esse público e parecer não se preocupar com o que os outros iriam pensar nem mesmo se preocupando com as ameaças de processo, Sophia Fernandes, como se denomina, revoltou milhares de internautas e ganhou 30 mil seguidores no Twitter.

Mas “ela” acabou dando pistas de que seria um perfil falso, fake, criado apenas para gerar confusões pela internet, quando mostrou não ter medo da repercussão de seus atos e afirmando estar “protegida” com recursos como proxies e redes privadas anônimas, que iriam inibir uma possível investigação policial.

A Linha Defensiva encontrou o perfil da verdadeira dona das fotos que foram veiculadas pelo Twitter. Publicamente, ela afirmou que não tem nenhuma relação com o perfil e que já registrou um boletim de ocorrência. “Identidade falsa é crime”, afirmou ela em uma discussão no Facebook.

A reação dos internautas ao incidente – o perfil foi denunciado por xenofobia mais de 8000 vezes – acaba dando mais força a quem controla esses perfis, pois essa é a real intenção de quem cria algo falso só para tentar intimidar ou falar mal de pessoas na internet.

O caso conta com muitos sites comentando, além de fóruns e uma página no Facebook denominada Detestamos a Sophia Fernandes (@SophiaOfDreams). Na madrugada deste sábado (10), o perfil do twitter acabou sendo invadido e os invasores trocaram a imagem de background por uma frase: “Perfil HACKEADO! Motivo XENOFOBIA”.

Pegadinha do malandro

A maior lição da história é a mesma que já vem sendo repassada há anos nas comunidades de internet: não alimente os trolls. É triste a imagem que ficará do Rio Grande do Sul e desta jovem que teve suas fotografias usadas indevidamente em todos aqueles que jamais saberão o desfecho dessa história, mas mesmo assim se indignaram com o que viram.

Durante a confusão gerada pelo perfil falso no Twitter, surgiu ainda um perfil no Facebook da “Sophia”. O perfil dizia que ela estudava na  Pontifícia Universidade Católica do RS (PUC-RS). No entanto, o nome dela não consta em nenhum listão de aprovados da faculdade. E o endereço onde ela dizia estar simplesmente não existe. Os dados da escola de ensino médio também eram falsos. Mas isso não impediu dezenas de compartilhamentos “denunciadores” no Facebook.

É preciso tomar cuidado ao repassar essas informações. Caso contrário, alguns mal-entendidos podem não vir a ser remediados. É interessante lidar com esses problemas de forma privada, mas não sair compartilhando em redes sociais e pedindo “justiça”. Se for um troll, você só caiu na pegadinha do malandro.

 

Anúncios

Escrito por engineerbr

15 comentários

  1. Guilherme Cahú 13/12/2011 às 13:34

    Não parece ser falso.. Até facebook ela tem, e é só analisar o conteudo de suas postagens no mural que é possivel perceber que isso não é falso.

    Curtir

    Responder

    1. Parabéns por trollar também.

      Ou, se não está trollando, sinto muito te informar. O perfil é totalmente falso. Como já está na matéria: não existe Sophia Fernandes na PUC, o endereço em Porto Alegre não existe e as fotos são de outra pessoa.

      (Me sinto vítima da Poe’s Law aqui)

      Curtir

      Responder

  2. Fake ou não, algum individuo postou os comentários e tal individuo irá responder ou ele acha que não é possível rastrear o IP/MAC dele…

    Acho que não era fake, mas a SAFERNET irá resolver o caso de forma bem simples, basta olhar os endereços MAC/IP que estão nos post’s do twitter no inicio e comparar com os post’s da “onda” de preconceito… e localizar o local da conexão da mesma forma verificando por quais servidores o individuo passou no momento da conexão…

    Alguém ira pagar pelo crime, seja lah quem for o individuo…

    Curtir

    Responder

    1. Alison, endereço de Media Access Control não é registrado na outra ponta (na verdade, é sim, mas não é o MAC do cliente, não vou entrar nesse mérito).

      Segundo, a Safernet não resolve nada. Ela recebe denúncias. Quem investiga é a Polícia Federal e o Ministério Público. Você pode denunciar diretamente a esses órgãos e terá o mesmo efeito, cortando o meio de campo. De fato, é recomendável que faça isso, porque assim as autoridades competentes terão sua denúncia mesmo que a Safernet não encaminhe. Pode (e deve) enviar a denúncia duas vezes.

      Terceiro, considerando as chances de o tuiteiro troll ter usado um proxy, o mais provável é que a pessoa errada pague pelo crime. Ao contrário de crimes como o roubo de contas bancárias, o crime de postar algo indevido na internet não possui rastros obrigatórios no mundo real, como uma conta ou indivíduo que recebe o dinheiro e mercadorias. Isso dificulta bastante a investigação e a construção de provas.

      Seja lá quem for o responsável por esse perfil, ele só vai ser pego se for muito idiota. Eis o problema de crimes sem vítima.

      Curtir

      Responder

  3. E já temos outro caso, espero que seja falso também: https://twitter.com/KarineMelS2

    Curtir

    Responder

  4. Não é só por que alguém que tenha contas em várias redes não seja fake, sim Sophia Fernandes possuía perfis no Twitter, Facebook, Orkut e outras, mas se pegarem e olharem de verdade irão ver que todas as fotos utilizadas se repetem em todos os perfis, o numero de fotos é limitado, suas contas não são tão antigas assim, as instituições que dizia estudar não contam com seus registros, além de a verdadeira dona das fotos possuir já conta em redes como fotolog há muito mais tempo que a tal Sophia, de onde o fake deve ter roubado suas fotos, isso é pouco para comprovar que era um fake? Sem contar que ninguém iria se expor dessa forma mostrando sua cara e xingando meio mundo sem medo de ser processado, vide casos que já acontecerem no twitter.

    Sim kenta, esse também é um fake, o que se deve fazer é apenas bloquear, o twitter se encarrega do resto (ou deveria), se continuarem a xingar e aumentar a história, será pior.

    Curtir

    Responder

  5. O risco é que para”não alimentar o troll” crie-se espaço para xenófobos expressarem suas idéias sem nenhuma resistência.O fato é que qualquer ato deste tipo tem que ser investigado com seriedade e os inrresponsáveis punidos.

    Curtir

    Responder

    1. Non sequitur. Se esse perfil não fosse alimentado, aí sim é que as ideias não teriam se disseminado. A vontade de “denunciar” é que criou o palco. Vide efeito Streisand.

      Curtir

      Responder

  6. Se realmente fosse fake, ela já teria informado publicamente, esse negócio que vocês falaram com ela sem mostrar a fonte, é no minimo estranho, quem vai dizer se foi fake ou não é a MPF e não vocÊ!

    Curtir

    Responder

    1. Simples: a menina já está exposta demais com essa história toda, deve estar estressada e já procurou a polícia.

      Acredito mais no direito dela ser protegida do que na necessidade de dar essa informação. Por quê? Porque ninguém mais foi realmente vítima dessa história do que ela. Umas palavras soltas no Twitter não destroem a vida ninguém. Uso indevido de imagem sim.

      E mais: vai que uns descrentes feito você continuem achando que não é fake e comecem a atacar a menina. Se com todas as informações que demos as pessoas ainda não veem óbvio, não seria mais uma que iria impedir.

      No mais, um troll jamais admite que é troll.

      Curtir

      Responder

  7. E em momento nenhum ela falou ““protegida” com recursos como proxies e redes privadas anônimas, que iriam inibir uma possível investigação policial.”

    Eu li todo o twwiter e facebook dela desde o início e não tinha nada disso.

    Curtir

    Responder

    1. Falou sim. Ela admitiu estar usando proxy e VPN, em momentos diferentes. O mais provável é que estava usando Tor.

      De qualquer forma, mesmo que cheguem “nela” a partir do endereço IP, um endereço IP só comprova o computador e não a pessoa. E se for uma rede sem fio pública? Uma escola sem controle de acesso? Uma família de quatro pessoas?

      Se os dados no computador foram apagados com shredding, vai ser difícil recuperar.

      Repito: o sujeito vai ser pego só se cometeu algum erro. Ninguém vai poder reconhecer pela foto, porque a foto é de outra pessoa.

      Curtir

      Responder

  8. Infelizmente esse tipo de coisa pode acontecer de novo e os políticos vão tentar criar leis para controlar a internet, povo brasileiro tem que deixar de ser burro, ser mais esperto pra não cair pegadinhas que podem ate conter vírus, os brasileiros caem em pegadinhas todos os dias na TV e em quatro quatro anos.A teve incentiva o consumo de álcool depois finge se importar com os acidentes de transito causados por um monte de idiota bêbado.

    Curtir

    Responder

  9. Com relação a explicação do termo Troll, os Trolls são baseados nos Trolls criaturas mitológicas escandinava que o objetivo principal era causar o terror.

    Os trolls da internet fazem o mesmo, e não só objetivo de fazer um trote.

    Curtir

    Responder

  10. Creio que o rapaz ou garota, que criou esse perfil falso, fez isso no obsetivo de prejudicar a pessoa, talvez seja um ex namorado da garota, que levou um fora, resumindo, dor de cutuvelo, corno.

    Agora uma amiga invejosa, que possa ter feito isso, descarto a posibilidade de uma mulher ter o conhecimento de ocultsr seu IP, a nao ser que pediu para algum amigo ou colega, fazer isso para prejucar a real dona das fotografia.

    Isso nao de hoje, esse caso de perfil fake ja existe a tendo, muitos crackers usam essa engenharia social, se passando por uma garota bonita, e adicionando em websites de relacionamente varios marmanzos, e tentando pegar uma vitima. iludindo a pessoa.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.