A morte do cantor sertanejo goiano Cristiano Araújo virou isca para uma fraude digital. Criminosos brasileiros enviaram um e-mail prometendo um vídeo do acidente do cantor. Ao clicar no link, porem, o internauta recebe um arquivo infectado com uma praga digital.

Cristiano morreu nesta quarta-feira (24) em um acidente de carro na BR-153, em Goiás. Ele estava com sua namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19 anos, que também faleceu. O acidente ocorreu de madrugada e, segundo o Corpo de Bombeiros, o veículo saiu da pista e capotou.

Diferente do que promete o e-mail fraudulento, não existe vídeo do momento da tragédia. Existe um vídeo dos instantes após o acidente, com imagens fortes e que a Linha Defensiva, em respeito aos envolvidos e familiares, não divulgará.

O uso de temas correntes por golpes on-line com o intuito de fisgar os internautas descuidados e infectá-los com pragas digitais é muito comum. Os criminosos normalmente se apoiam em fatos que a grande mídia supostamente não cobriu ou não informou e, normalmente, é uma mentira.

O e-mail circulou já durante a tarde desta quarta-feira, como mostra a data da mensagem.

A Linha Defensiva não dispõe de uma imagem fiel do e-mail da fraude, mas recebeu o texto do golpe. Veja abaixo.

Golpe se aproveita da morte do cantor Cristiano Araújo e oferece suposto vídeo, mas entrega vírus. (Reprodução)

Golpe se aproveita da morte do cantor Cristiano Araújo e oferece suposto vídeo, mas entrega vírus. (Reprodução)

Escrito por Altieres Rohr

Editor da Linha Defensiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.