Perguntas e Respostas sobre Linux

Índice

*Colaboração de Fernando Cezar
Moderador do Linha Defensiva
Com base em perguntas do Fórum

O que é o Linux? O que é uma distribuição?

O Linux é um sistema speracional. Dentre todos os sistemas operacionais, o mais conhecido é o Windows, da Microsoft. O Linux realiza as mesmas funções, porém de maneiras diferentes.

Existem muitas empresas e iniciativas sem fins lucrativos que desenvolvem versões diferentes do Linux. Alguma são feitas para usuário avançados, e outras são para iniciantes. Cada uma dessas versões se chama “distribuição”. Uma distribuição é responsável pela manutenção dos softwares que compõem o sistema, suas atualizações, o programa de instalação, configurações e aplicativos padrão. Voltar para o índice

Linux é melhor que Windows?

O Linux é diferente do Windows. Enquanto ganha em alguns quesitos, como segurança e estabilidade, perde em outros, como processamento gráfico. A questão de melhor ou pior depende das suas necessidades.

Vale observar que um pode realizar quase todas as tarefas do outro, mas de um modo diferente. Ou seja, ambos servem para escrever textos, navegar na internet, ver fotos, vídeos, ouvir música. Mas vão usar programas diferentes para isso, que podem não ter os mesmos recursos ou serem totalmente compatíveis. Voltar para o índice

Como faço para instalar o Linux?

O Linux é gratuito. Você pode baixar o sistema diretamente do site do desenvolvedor. Se você está conhecendo agora o Linux, a Linha Defensiva recomenda o Ubuntu.

Com o arquivo no seu computador (ele tem extensão .iso), é preciso grava-lo em um CD como uma imagem (procure a opção “criar imagem” no programa que você usa para gravar CD’s). Depois, siga essas instruções para instalar seu novo sistema:

comoinstalar.com.br/sistema-operacional/como-instalar-o-linux-ubuntu Voltar para o índice

Posso testar o Linux sem instalá-lo?

Sim. O Ubuntu (mencionado acima) é um LiveCD. Isso quer dizer que você pode testar o sistema sem instalar nada no seu computador. Basta inserir o CD e reiniciar o computador. Mas atenção: nada do que você fizer ou baixar nesse modo será salvo.

Se o sistema não for iniciado pelo CD, você terá de verificar as configurações da CMOS (“BIOS”) por meio do programa de setup. Consulte um amigo mais experiente, um técnico ou pergunte em um fórum na internet sobre como fazer isso. O programa de setup é normalmente acessado apertando-se Del logo após o computador iniciar (antes de carregar o sistema operacional). Voltar para o índice

Existem outras distribuições que tem LiveCD; são muitas para citar todas, mas o Mandriva, Gentoo e o CentOS são algumas. O Ubuntu está sendo usado como exemplo por ser considerado pelo autor como a distribuição mais simples.

Preciso apagar meu Windows para instalar o Linux?

Não. Você pode criar uma partição para o Linux, fazendo com que os dois sistemas dividam o espaço do seu computador. Isso se chama dual boot, e essa opção de usar só uma parte do computador aparece durante a instalação do Linux. Quando você ligar o seu computador, aparecerá um menu perguntando em qual sistema você deseja entrar, Windows ou Linux.

Note que a do Linux você consegue ver seus arquivos no Windows, mas o inverso não é verdadeiro sem o uso de programas específicos.

É muito complicado aprender a usar o Linux?

O Linux não é complicado, ele é diferente, Muitas pessoas que começam a usar Linux se apavoram por as coisas serem feitas de outro jeito, não usam o tempo necessário para se acostumar e voltam ao Windows.

No entanto, vale ressaltar que muito avanço já foi feito para “humanizar” o Linux. Com isso, a transição de um sistema para o outro está bem mais fácil do que um dia já foi. Voltar para o índice

É verdade que o Linux não pega vírus?

Não. Apesar dos riscos de segurança serem consideravelmente menores, o Linux não é invulnerável. Mas ainda assim, esse sistema atualmente dispensa o uso de anti-vírus ou qualquer outro programa de proteção, desde que os outros aplicativos usados estejam atualizados. Voltar para o índice

Os softwares de Windows são todos compatíveis com o Linux?

Uma coisa que você tem que ter em mente é que o Linux não é o Windows. Ele é diferente. Muitos dos programas que você vai usar não são os mesmos, mas sim equivalentes. Por exemplo, no lugar do Word, você usa o OpenOffice Writer, ou o KWrite ou o Abiword. Outro exemplo: no lugar do MSN você pode usar o aMsn, ou o Pidgin, ou o kopete… enfim, as opções são várias.

Uma das maiores vantagens é que os programas para Linux são todos — ou quase todos — gratuitos. É possível testá-los e escolher o mais adequado sem grandes dificuldades.

É possível utilizar alguns aplicativos de Windows no Linux sem nenhuma adaptação por meio de um programa chamado Wine. Mas não é garantido que o aplicativo irá funcionar, e, se funcionar, se será de forma total ou parcial. Voltar para o índice

Como instalo programas no Linux?

Instalar programas no Linux é bem diferente de instalar os programas no Windows, o que não quer dizer que é complicado. A Canonical, empresa responsável pelo Ubuntu, mantem uma página na qual explica sobre os programas no Linux. Se quiser pular a teoria, vá direto para a parte “instalando um pacote”, mas é recomendável que você leia a página toda (não é muito longa) para saber como funciona. Voltar para o índice

Como sei qual programa no Linux substitui outro no Windows?

O site Linux Alt tem uma boa lista com programas equivalentes. Confira:

www.linuxalt.com Voltar para o índice

O que são KDE e Gnome? Qual é melhor?

Esses são dois ambientes gráficos (“desktop environments”). É a forma como o sistema será apresentado a você. Eles não são os únicos, mas são os mais famosos, exatamente por serem mais “amigáveis”. Qual o melhor é uma questão de gosto.

O KDE é um ambiente mais pesado, com mais efeitos por padrão. O Gnome tem alguns efeitos, mas muito menos recursos e opções.

O XFCE é outro ambiente gráfico popular, por ser leve e funcionar em computadores mais antigos. Voltar para o índice

Consigo rodar meus jogos no Linux?

Ainda que boa parte dos jogos possa ser emulada no Linux por meio do Wine (citado acima), esse é um ponto fraco do sistema.

Existem muitos jogos nativos para o Linux (Ubuntu principalmente), mas os jogos mais novos, e muitos MMOs (jogos de multiplayer online massivos) ainda não são compatíveis. Voltar para o índice

O que é “root”?

Root é um usuário/administrador. Ele tem poderes para fazer qualquer coisa no sistema. Para fazer algumas tarefas no Linux, como instalar programas, é necessário ter poderes de root. Sempre que você for tentar instalar algo novo, será pedida a sua senha de root. Essa senha é definida na instalação do Linux.

Não digite sua senha de root em programas dos quais você desconhece a procedência. Sempre pegue os softwares dos sites oficiais ou dos repositórios. Voltar para o índice

O que são repositórios?

Os programas oficiais de uma distribuição estão armazenados em servidores. Esses servidores são chamados repositórios, e guardam a maior parte dos softwares disponíveis para essa distribuição.

Os pontos mais importantes disso para o usuário são basicamente:

  1. Há um lugar seguro para obter os principais programas
  2. Não é necessário procurar na internet pelo que precisa. Basta abrir o seu gerenciador de pacotes, e fazer uma busca na lista dos repositórios. O software é baixado e instalado a partir de lá. Voltar para o índice
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.