Sven Jaschan, 19 anos, criador dos worms Sasser e Netsky, foi condenado nessa sexta-feira (08/07) a 1 ano e 9 meses de prisão em regime aberto e 30 horas de serviços comunitários. O jovem havia confessado a criação das pragas virtuais no primeiro dia do julgamento.

Ele poderia ter recebido uma pena de até 5 anos de prisão em regime fechado, mas como Jaschan ainda era menor de idade quando foi encontrado pela polícia, ele não foi condenado à pena máxima prevista. Ele também não precisará pagar compensação pelos danos que seus worms causaram.

Logo depois do anúncio da sua condenação, a Microsoft disse que irá dividir os 250 mil dólares de recompensa entre as duas pessoas que deram pistas do paradeiro de Jaschan. Muitos duvidavam que a Microsoft pagaria a recompensa, pois haviam suspeitas de que as pessoas que o denunciaram também estavam envolvidas na criação das pragas.

Netsky.P, um dos worms desenvolvidos por Jaschan, ainda está nas listas Top 10 nas estatísticas de diversas companhias antivírus.

Jaschan foi empregado pela empresa de segurança alemã SecurePoint e trabalhará no desenvolvimento de aplicativos para segurança de redes, como firewalls.

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.