O jornalista paranaense Giordani Rodrigues, de 40 anos, responsável pelo site de segurança e privacidade InfoGuerra, foi encontrado morto com marcas de agressão física em seu corpo na manhã do último sábado (1º), em seu apartamento no Jardim Botânico, em Curitiba. Giordani foi morto por asfixia e teve seu celular e carteira roubados.

Ele recebeu na semana passada, em São Paulo, o prêmio SecMaster2005 da publicação Security Week, na categoria Melhor Contribuição Jornalística devido ao seu trabalho como editor do site InfoGuerra.

O site diversas vezes foi mencionado aqui na Linha Defensiva na área de “Leitura Recomendada”, pelas notícias de qualidade, em português, que não podiam ser encontradas em outros websites do gênero na Internet.

O jornalista, formado pela Universidade Federal do Paraná, também era Diretor de Imprensa e Relações Públicas da Associação Brasileira de Direito e Tecnologia da Informação (ABDTI). Além de dirigir e editar o InfoGuerra, Giordani ministrou várias palestras sobre segurança da informação e é co-autor do livro Internet Legal — O Direito na Tecnologia da Informação.

A morte de Giordani Rodrigues é, sem dúvida alguma, uma grande perda para comunidade de segurança do Brasil, que é lamentada não só pela Linha Defensiva, mas também pela equipe da revista Consultor Jurídico e do fórum de segurança InfoSecurity TaskForce.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.