O FTC, órgão independente do governo norte-americano que busca proteger os consumidores e punir práticas anticompetitivas, anunciou na última terça-feira (21/11) que os operadores de spyware Odysseus Marketing, seu diretor Walter Rines e John Robert Martinson, diretor da Mailwiper, Inc., aceitaram as acusações de práticas ilegais feitas pelo FTC. Rines foi multado em US$1.75 milhão e Martinson em US$1.86 milhão, mas eles só pagarão US$10 mil e US$40 mil, respectivamente, por alegarem não ter condições de pagar.

O FTC já havia conseguido a paralisação temporária das operações da Odysseus Marketing e seu spyware, ClientMan, quando iniciou o processo em outubro de 2005. O FTC alegou que o software era instalado de forma ilegal e coletava informações pessoais dos usuários sem avisá-los, violando leis federais. Rines e a Odysseus Marketing concordaram em não utilizar falhas de segurança e representação falsa para instalar seu software e apagar qualquer informação pessoal que obtiveram anteriormente.

O FTC processou Martinson em abril de 2005 por utilizar propaganda enganosa para convencer usuários a instalar os anti-spywares Spy Wiper e Spy Deleter. Martinson contratou os serviços de Sanford Wallace e suas companhias, Seismic Entertainment, Inc. e SmartBot.Net, Inc., para promover e vender seus produtos. Wallace utilizou brechas de segurança para forçar a instalação de adwares e spywares que divulgavam os anti-spywares de Martinson como a solução.

“Se o seu drive de CD está aberto, você DESESPERADAMENTE PRECISA remover spywares e pop-ups do seu computador IMEDIATAMENTE! Programadores de spyware podem controlar o hardware do seu computador se você não proteger seu computador nesse momento! Faça o download do Spy Wiper AGORA!”, dizia um dos anúncios utilizados para promover o produto, logo após utilizar um pequeno código para abrir o drive de CD-ROM. Apesar de que todas as informações do anúncio eram falsas, ele servia para assustar usuários e convencê-los a comprar o Spy Wiper por 30 dólares.

Este mês o FTC já paralizou as operações do Media Motor e multou a conhecida desenvolvedora de spywares Zango em $3 milhões de dólares.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.