Um usuário anônimo utilizando o apelido “muslix64” publicou ontem (27/12), no fórum do site especializado em DVD Doom9, uma ferramenta capaz de decodificar filmes HD-DVD. O HD-DVD é protegido pelo sistema de criptografia AACS, que é uma versão melhorada do CSS utilizado no DVD comum. Os filmes decodificados pela ferramenta podem ser salvos no disco rígido do usuário.

Cada fabricante de players e drives que lêem os vídeos nos formatos de alta definição recebe uma chave. Essa chave, que deve ser protegida, é usada pelo dispositivo para decodificar uma segunda chave, presente no disco, que por sua vez é usada para reproduzir o filme. Obtendo-se a chave decodificada do filme, é possível salvá-lo para o disco. Em uma situação normal, entretanto, não é possível conseguir essa chave final sem antes obter a chave utilizada pelo dispositivo de leitura.

Caso um fabricante não proteja sua chave de forma adequada, a especificação do AACS permite que as chaves AACS roubadas, que poderiam ser usadas para salvar e distribuir os filmes, sejam desativadas. Qualquer player que utilize aquela chave não será mais capaz de reproduzir filmes e os piratas virtuais não poderão mais usá-la em novos filmes, que não aceitarão mais aquela chave.

O programa lançado, ao invés de depender das chaves utilizadas nos drives responsáveis pela leitura dos discos, necessita da chave final utilizada para a decodicação, que está presente dentro do disco de forma codificada. O autor do programa revela que conseguiu capturar essa chave da memória do programa utilizado para reproduzir os filmes. Essa chave, ao contrário da utilizada pelos leitores HD-DVD, está dentro do disco do próprio filme e não pode ser desativada, porém precisa ser capturada individualmente para cada filme.

O desconhecido muslix64 publicou também um vídeo demonstrando o funcionamento do seu programa. O software provavelmente não é ilegal, pois não inclui as chaves necessárias para copiar qualquer filme. O usuário deve obter essas chaves sozinho. No vídeo, a parte da tela que exibiria as chaves foi coberta por uma tarja preta pelo próprio muslix64.

Na documentação incluída com o programa, o autor da ferramenta diz que espera que o programa seja apenas usado para fazer cópias legais e pessoais, como forma de segurança contra possíveis erros ou defeitos que possam ocorrer com o disco original. Ele explica que discos HD-DVD são frágeis devido a alta densidade de informações e pequenos arranhões ou sujeiras podem causar danos ao vídeo.

Discos Blu-Ray, que competem com os HD-DVDs no campo de vídeos de alta definição, também utilizam o AACS, mas eles possuem uma proteção adicional chamada BD+. O formato HD-DVD não possui essa proteção e, nos olhos dos estúdios, pode estar agora com uma desvantagem na área de segurança.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

38 comentários

  1. Creio que isto não é correto para quem trabalhou anos e acaba não ganhando 1 centavo com um ripping, mas a indústria do entretenimento está abusando muito nos preços de seus filmes em países subdesenvolvidos como o nosso. Um bom filme saí por 50 reais. Isto dá mais de 10% do salário mínimo.
    O HD-DVD pode acabar caindo em desgraça por este fato se começar a propagar-se este método.

    Curtir

  2. michelle rocha 28/12/2006 às 10:37

    E em breve vão descobrir como copiar Blu-Ray também ..
    É tão óbvio..

    Curtir

  3. Carlos Alberto Avanci 28/12/2006 às 11:34

    Muito interessante.Principalmente para cópias de segurança de alta definição, e o importante que não fere a legislação.
    O que é nescessário para adquirir o ” muslix64 ” ?

    Curtir

  4. Puxa vida… ninguém exige que um especialista em tecnologia conheça profundamente sobre a língua portuguesa, mas escrever “cobrida” fez meu coração se apertar no peito…
    Camões… o q estão fazendo com teu idioma…
    Acho q não custa nada passar um corretor gramatical.

    Curtir

  5. Tava demorando… é claro que isto iria acontecer. Em breve veremos o Blu-ray sendo craqueado. É normal. Agora a justificativa que ele deu – de que os HD-DVD são frágeis e riscam muito – consegue detonar duplamente o sistema…

    Curtir

  6. Rodrigo Cavalheiro 28/12/2006 às 12:28

    “Cobrida” por uma tarja preta?
    Não seria “coberta”?

    Curtir

  7. trabalho com locação de DVDs,em média 40% dos clientes deixam de locar os filmes que estão disponiveis no mercado da pirataria,com isso ,tenho que comprar menor quantidade de cópia desses DVDs
    isso traz prejuisos à minha empresa
    creio que maior proteçao contra a pirataria iria resolver esse ploblema.
    espero que esses novos formatos cheguem logo ao mercado e resolvam esse problema.

    Curtir

  8. Pablo Henrique 28/12/2006 às 14:28

    Muito interessante o que esse cara faz.

    Curtir

  9. Acho que o HD DVD vai acabar virando o mais comum utilizado pelos usuários domésticos, e o Blu ray vai acabar ficando para empresas que precisam de mais capacide. Acho que um disco de 50 Gbs é muita coisa para filmes, jogos ou programas.

    Quando a quebra de proteção tanto do HD dvd quanto do blu ray é apenas uma questão de tempo para que apareçam programas capazes de copiarem seu conteúdo ilegalmente, como sempre acontece e sempre vai acontecer.

    Curtir

  10. Isso sem dúvida favorece o HD-DVD, pois irá popularizá-lo. Se o disco Blue-Ray for anti-pirataria, acredito que não vai vingar, pois ficará muito caro, e não é todo mundo que está disposto a pagar o preço.

    Curtir

  11. Carlos Alberto Avanci

    muslix64 é o autor do programa. O link no início da notícia leva ao tópico no fórum da Doom9 onde você pode conseguir a ferramenta. Porém, claro, é necessário um drive HD-DVD para ler o DVD, da mesma forma que não é possível ler um DVD com um drive de CD.

    Sergio & Rodrigo Cavalheiro

    Erro feio. Foi corrigido. Peço desculpas.

    Curtir

  12. Dizer que 50 Gbs e muita coisa para filmes, jogos e programas e arriscado! A poucos anos um HD de 10 Gbs ja parecia um exageiro, hoje em dia quantas pessoas nao tem um HD de 80 Gbs e ainda precisam de mais? Ou entao, pensando em midias removiveis, a quantidade de armazenamento de um diskete de 1,33 Mbs para CDs de 700 Mbs viu um aumento muito maior do que o de um DVD para um HD-DVD ou Blu-ray. Quem poderia adivinhar que os 700mbs de um CD comum seriam pouca coisa para os padroes atuais! Pessoalmente acredito que em pouco tem 50gbs nao serao muitaaaa coisa.
    (Desculpem a falta de acentos, teclado em ingles…)

    Curtir

  13. Carlos Augusto 28/12/2006 às 17:20

    Olha sergio, errar faz parte da vida….o importante é que conseguimos entender a informaçao que vc estava passando.
    um grande abraço e parabens pelo artigo

    Curtir

  14. Roberto Wolf 28/12/2006 às 17:30

    Cobrido não está errado.
    Antigamente os termos cobrido/abrido eram utilizados, mas cairam de moda, e o coberto/aberto (irregular) assumiram seu papel.
    Conhecer a história também é importante.

    Um abraço a todos.
    Roberto.

    Curtir

  15. Pedro Alcantara 28/12/2006 às 17:45

    Ca em Portugal usamos a forma em discussao (cobrida, abrida)

    Curtir

  16. Acreditar que haverá um sistema anti-pirataria eficiente é muita inocência. Não sou a favor da pirataria mas essa desculpa do autor do programa é mais esfarrapada do que as desculpas que eu dava pra minha professora por não ter feito minhas lições de casa…rs

    Quanto à influência que essa quebra pode ter com a escolha do novo formato, eu penso que o BD acabou de ganhar mais um pontinho..

    See ya

    Curtir

  17. …Desculpem, mas a palavra “cobrida” foi utilizada corretamente; é pretérito do verbo cobrir. Olha o preconceito lingüístico, pessoal!… Quanto à matéria, é evidente que mais cedo ou mais terde isso aconteceria…

    Curtir

  18. roberto R. dÁvila 28/12/2006 às 18:27

    Chará,
    deve fazer muito tempo que se usou cobrido/abrido,pois tenho um dicionário Globo de 1944, em que mulher “solteira” era: ” Sin.Meretriz, rameira.”
    Já imaginou voce dizer naquela época, tenho uma filha “solteira” ?
    No entanto lá não tem “cobrido/abrido”.

    Abraços,
    Roberto

    Curtir

  19. Jacob Moreira 28/12/2006 às 18:53

    Bom…realmente é questao de tempo ate o blu-ray ser crackeado tambem, e esse questao em dois lados da moeda, bom porque populariza o formato (alias uma das coisas q tornou o playstation como videogame de “ponta”), e ai vem a contra partida da obvia queda de receita dos fabricantes….(in)felizmennte esse é um caminho sem volta, pirataria é uma das consequencias do seculo XXI, ate um dia as empresas verem que cobrar ate 1/7 do salario minimo por 1 filme, simplesmente nao existe.

    Curtir

  20. To cansado dessa bagunça…ainda tem gente achando q isso tudo é sério…
    HD-DVD ou Blu-ray td vai ser crackeado…é só questão de tempo meus caros…
    Desculpem a sinceridade!

    Curtir

  21. Luciano Amaro 28/12/2006 às 19:43

    Vejam, hackers pirateiam TUDO!
    O xbox360 ja ta destravado, o play3 vão destravar, os jogos vão destravar,… todo tipo de soft…estão pirateados…
    filmes em DVD estão ‘a rodo’ pelo país, a 5 reais…

    A industria tem mesmo que fazer o que pode pra proteger seus direitos…mas é ilusão achar que vão descobrir uma ”fórmula” milagreira que torne impossível piratearem seus ”softs”…

    Se atacarem onde é a cerne do problema…o bolso do consumidor…não tem pirata no mundo que ”pirateie” o bolso do povo!!
    Preços baixos é que seria a arma mortal contra a pirataria!!

    Curtir

  22. Softwares para quebrar as “proteções” das mídias sempre serão desenvolvidos e disponibilizados para o público geral, cabe a cada um fazer seu julgamento de valor sobre para que fim utilizá-los. Sou contra a pirataria mas utilizo esses programas para preservar meus dados; não utilizo meus DVD’s originais nem ando com meus CD’s originais no carro, não corro risco mas também não prejudico o dono dos direitos autorais. Comprar mídias pirateadas é dar dinheiro pra bandidos vagabundos comprarem armas e matarem as pessoas…o próximo pode ser próximo…

    Curtir

  23. Talvez culpamos as pessoas erradas em relação ao preço. Não podemos esquecer que aqui no Brasil pagamos impostos, e muito altos por sinal. Só para vcs terem uma idéia o DVD Carros no Amazon custa US$ 17,99 e no Submarino R$ 44,90 . Será que a Disney dá desconto nos EUA e mete a faca no Brasil? Com certeza não, a maioria dessa diferença é imposto…

    Curtir

  24. Viva o crack do HD-DVD pois isso vai estabelece-lo como o sistema da preferencia da maioria e vai ser otimoooo ver a Sony tomar surra pela avareza e se afundar um pouco.
    O povo de uma forma geral deve ficar alegre com a pirataria q impede a saida das divisas nacionais para os bolsos dos tubaroes dos estudios internacionais(deveria dizer americanos), sendo um ponto alto para a economia brasileira, alem de favorecer um grande numero de compradores das edicoes piratas e desfavorecer o carinha da locadora q tem q aprender a se conformar com um lucro menor.

    Curtir

  25. HD-DVD Shrink e/ou Blue-Ray Shrink … Já dá para sentir alguma coisa nova no ar (ou na Web) … !! . Essa confusão desses dois novos tipos de DVD já está ficando enjoativa mal foram lançados. Por enquanto, vivas ao bom e velho DVD, uma obra-prima livre e desembaraçada de quaisquer ônus.

    Curtir

  26. As proteções criadas para softwares, cds, dvds, e agora também, o tal padrão AACS, dificilmente serão efetivas, uma vez que o conhecimento de como quebrar essas proteções é rapidamente difundido e plastificado em programas destinados a esse fim. Fico admirado com a ingenuidade da indústria do entretenimento, porque em praticamente todas as lojas que vendem DVDs, vendem os aparelhos e já indicam uma outra loja – ou pessoa – especializada no crackeamento do próprio chip do aparelho, permitindo assistir o DVD sem se preocupar com as áreas. A indústria ainda ameaça processar usuários que trocam músicas, isso é impossível, porque é impressionante o número de usuários conectados nos programas como Emule, Kazaa, Bittorrent, etc? São milhões de usuários conectados 24 horas por dia o ano inteiro trocando músicas, filmes, etc. Essa é a nova cultura digital século XXI, não há meios de detê-la ou oferecer obstáculos ao interesse de seus membros.

    Curtir

  27. Fernando Abreu 29/12/2006 às 04:12

    Os formatos existentes nunca serão suficientes para atender às indústrias de video, pois, ainda que tenham a fórmula máxima ideal, as lançam aos poucos para que nós tenhamos que comprar novos aparelhos…o blue ray, com capacidade de 50 gigas, em breve será utilizado em toda sua força, pois a resolução dos filmes em breve será em 1080p, depois em 1280p, depois em 1920p…e haja grana pra comprar um dvd e uma tv compatíveis com o negócio…Depois vêm falar da sacanagem da pirataria…sacana por sacana, de qualquer forma quem paga o pato é o consumidor…

    Curtir

  28. Ramir Santos 29/12/2006 às 04:50

    A solução é preço! Hoje fui em um Hipermercado, e “garimpando” no meio dos milhares de DVDs em promoção, achei um por R$ 17,00. Não pensei duas vezes, coloquei o mesmo no carrinho. Porque? Penso que é muito legal você ter o filme com a capinha, encarte e tudo mais que há em um DVD original. Porém, em meu micro, com menos de R$ 1,50, que pago em uma mídia (muito das vezes até muito menos), gravo um filme igualzinho ao que eu não pagaria mais que R$ 40,00 na loja. Às vezes vejo filmes sendo vendidos em lojas do ramo no shopping por mais de R$ 70,00… há para com isso!! Quem tem dinheiro pra jogar fora que vá lá e esbanje!!!

    Curtir

  29. O Blu-Ray do PS3 ja foi decodificado graças a instalações Linux no HD do aparelho, jogadores já estão conseguindo copiar filmes Blu-ray para o disco local. Só não conseguiram ainda fazer o processo de gravação para outra mídia.

    Curtir

  30. Gustavo Branco 29/12/2006 às 09:31

    Em minha opinião a pirataria (em alguns casos) é na verdade uma espetacular campanha de publicidade. A pirataria possibilita popularizar determinada marca rapidamente, solidificando-a no mercado. Sem teoria da conspiração, mas quem garante que a própria inventora do formato não foi responsável por “crackea-lo”? Quanto dinheiro teriam que gastar em campanhas de marketing para atingir o mesmo resultado? Tudo são suposições, mas acho que vale a pena pensar um pouco no assunto…
    Abraços,

    Curtir

  31. Alexandre Minas 29/12/2006 às 10:03

    Ola, bom dia, acredito tbm, que o preço das midias e o caminho para as empresas combaterem a pirataria, olha o caso do Cantor Lobão. Com certesa eu compraria um CD original de R$ 7,00 ou um DVD original de R$ 15,00.
    E com isto estas empresas venderião muito, mas muito mais produtos, entrando ai a QTDxCusto. Mas talves aja interesses obscuros escondidos nesta teia de LAVAGEM DE DINHEIROxPIRATARIAxORIGINAIS!!!!

    Curtir

  32. Celso, não entendi seu comentário. DVD Carros por $17,99 ou R$44,90 fica mais ou menos o mesmo preço depois que vc converte. Hehehe…
    Se for p/ falar de imposto é mais interessante colocar como exemplo o Playstation 3, que de $500(~R$1100) vai para aproximadamente R$6000. Isso que é imposto!

    Agora, a respeito da entrevista, realmente concordo que é questão de tempo até quebrarem proteções, e é interessante o que algumas empresas estão fazendo, como na China, que estão lançando os dvd’s a preço de banana para combater a pirataria. Ou mesmo na Rússia, que estão vendendo Vodka popular quase ao preço das piratas! Atitudes assim que valem a pena. Acredito que ninguém ligaria de pagar R$10 em um DVD original em vez de pagar R$5 em um pirata =)

    Curtir

  33. A culpa da pirataria ( no nosso pais ) esta nos impostos tb.
    Pois inviabiliza vender GAMES de PLAYSTATION, PSP, DVDs, etc…
    Como o mercado sempre vai buscar uma solução, ela vem em forma de pirataria, se diminuirem os impostos ( o que não vão fazer é claro, pois conheço muito bem o país onde moro.. ) os piratas perdem força na mesma hora.

    Afinal porque comprar um DVD PIRATA de péssima qualidade ( que quase nunca é um filme de DVD double Layer, e sim um filme “compactado/enfiado” em uma mídia de 4,7 GIGAS ), que vem uma caixinha horrivel ( “incolecionável” ).

    Hoje entre os R$45,00 da loja e os R$10,00 da porcaria do pirata, o pessoal as vezes opta pela porcaria ( eu gosto de comprar original, pois costumo colecionar ).
    Porem se fosse R$23,00 ou R$17,00 do ORIGINAL contra R$10,00 do pirata, diminuiria muito a fatia de mercado do pirata. ( não acabaria é claro, pois tem gente que gosta de comprar porcaria, mas o cliente normal que as vezes se sente “tentado” a comprar o piratinha, acabaria não comprando por conta da grande diferença qualitativa )

    Mas por conta dos impostos, estamos vendo o PLAY3 sendo anunciado no Brasil por R$6,900,00 contra R$1300,00 que esta sendo vendido na ASIA!!

    100% de impostos em cima é brincadeira ! ( é dar esse mercado de mãos beijadas para muambeiros e piratas )

    Curtir

  34. é eu não sou a favor de pirataria, mas os caras q vende o filme abusam da nossa boa vontanda fazendo assim pra que apelemos para saidas como essa, que deixa tudo ao nosso alcançe com um custo mais acessivel

    Curtir

  35. Valmir Augusto Kerber 29/12/2006 às 13:51

    Os softwares estão disponíveis, e está a cargo de cada pessoa fazer bom ou mal uso do mesmo. A maior diferença esta no poder aquisitivo da grande massa brasileira e mundial, e esta ainda irá continuar por muito tempo tentando e conseguindo piratiar “tudo” o que for possível.

    Curtir

  36. Charles Ramos 02/01/2007 às 08:01

    Toda mídia que pode ser lida, com certeza pode ser copiada. Isso é uma verdade, acredito que a tentativa de evitar pirataria só a tem difundido mais, veja o caso das fitas VHS era um sofrimento copiar aquilo… ao contrario da cópia de um DVD.

    Curtir

  37. Acho que niguém comentou sobre isso mas acompanhem uma situação hipotética: Eu tenho um HD-DVD player, uso ele para assistir meus filmes, feliz e sossegado no aconchego do meu lar. Só que em outro lugar do mundo um mladoso hacker ásiatico descobre a chave condificadora da empresa que fabricou meu player, logo a chave é modificada e quadno eu vou comprar meus filmes novos eles não rodam no meu aparelho. Bom acho que tem algo errado ai. Quer dizer que eu terei que ficar sem assistir meus filmes porque algum filho da p&%$ da empresa que fabrica meu aparelho deixou a chave ser capturada por um hacker ásiatico qualquer?
    Outra coisa, é muito engraçado ver todo mundo dizendo: pirataria é culpa da ganância das empresas de software/mídia, ou então culpa dos altos impostos que pagamos. Mais convenhamos que algo mais senso comum que isso? Ai o que o rapazinho que repete isso faz? Compra pirata para protestar contra o abuso de preços. Compra pirata porque jamais pagaria esse “absurdo” por um cd com duas faixas realmente audiveis. Ele poderia muito bem buscar outras alternativas, mas a GRANDE MAIORIA nem sequer vai atrás ( em caixa alta pra mostrar que existem exceções). Hipocrisia é a segunda parte do problema da pirataria aqui.

    Curtir

  38. Huju é facil dizer “buscar” outras alternativas se vc tem condicoes financeiras pra fazer isso , mais se vc nao tem , tem que comprar o pirata sim pois todos tem direto a acesso essa tecnologia , todo cidadão tem direito de diversão ou vc quer que uma pessoa com renda de 350 reais tenha internet de 3mb pra puxar um filme , sem mais obrigado!!

    Curtir

Os comentários estão encerrados.