Em uma reportagem da CNN desta quinta-feira (21/06), o Pentágono confirmou que um invasor conseguiu acessar e-mails de até 1500 dos 3000 funcionários do Secretário de Defesa norte-americano Robert Gates. O sistema de e-mails comprometido, que não possuía informações confidenciais, foi retirado do ar pelo Pentágono quarta-feira e permanecerá assim até que o problema seja solucionado.

Segunda a agência Associated Press, o secretário disse que o Pentágono é alvo de centenas de ataques todos os dias. Quando questionado sobre a segurança de sua própria conta de correio eletrônico, Gates revelou que não usa e-mail.

De acordo com uma entrevista concedida pelo Coronel Gary Keck, porta-voz do Pentágono, à agência AFP, o sistema comprometido só armazenava o que ele considera “e-mail de rotina” e nenhuma informação sobre operações militares vazou.

Keck não revelou informações sobre a origem do ataque, mas explicou que a rede do departamento é “agressivamente monitorada” para que invasões sejam detectadas. Ele também diz que existem procedimentos apropriados para lidar com eventos como este e que os sistemas são redundantes para evitar que a indisponibilidade de qualquer serviço afete as operações do Pentágono.

Atualizado em 24/06 – 7h30: correção nos créditos da entrevista de Gary Keck

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.