Alerta do Google

O Blog do Google anunciou que emitirá um alerta quando suas páginas de busca forem vistas em sistemas infectados por um malware específico. O problema foi detectado pela empresa usando dados de pesquisa pouco comuns gerados pelos computadores contaminados com o vírus. O código malicioso enviava o tráfego ao Google através de alguns servidores de proxy.

O problema foi detectado durante a manutenção de alguns servidores. Os servidores de manutenção deviam parar de receber tráfego de pesquisa, o que não ocorreu. Quando os engenheiros foram analisar o que estava havendo, descobriram as conexões realizadas pelo vírus aos sistemas do Google – um erro do vírus o impedia de perceber que os servidores do Google corretos não eram aqueles que entraram em manutenção.

Daí o Google decidiu usar esses dados para avisar as vítimas quando elas acessarem seu site.

No entanto, a medida pode abrir portas para outros golpes, principalmente de engenharia social. Não é muito difícil para um criminoso fazer uma página falsa igual a do Google, com o mesmo aviso de que o sistema está infectado, aconselhando o download de um software falso para remover o suposto malware.

Nesse golpe, chamado de scareware, o falso antivírus detecta diversas infecções que não existem no seu sistema, e afirma que as detecções só podem ser removidas com a compra do software. Além disso, o falso antivírus pode abrir portas para outros malwares.

O Google não irá pedir o download de nenhum programa específico para remover o malware, embora a instalação de um antivírus esteja na página com as medidas sugeridas para desinfectar o sistema. O Google também faz questão de mencionar os antivírus falsos para que usuários não os instalem.

Fica a pergunta: será que a ação é positiva ou vai causar apenas mais medo e dúvidas nos internautas?

Anúncios

Escrito por Giovane Martins

Licenciado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestrando em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Estudante de especialização em Educação, com ênfase em Ensino de Filosofia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Editor adjunto da revista Redescrições. Membro do GT da ANPOF "Semiótica e Pragmatismo" e membro associado da The Richard Rorty Society. Finalista do Prêmio JOTA/Inac de Combate à Corrupção do ano de 2016. Participou da organização do XIV Congresso Internacional da Société Internationale pour l'Étude de la Philosophie Médiévale (SIEPM). Atua nas seguintes linhas de pesquisa: Tolerância no Liberalismo Moderno; Liberdade de Expressão; Pluralismo de Valores; Liberalismo; Socialismo; Social-Democracia; Filosofia Política e Social; Filosofia Moderna.

1 comentário

  1. isso é muito bom, já que todos os sites estão bem preocupados em estar bem visto no google sem duvida vai aumentar a segurança!

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s