Navegador é capaz de se atualizar com menos incômodo ao usuário. (Foto: Divulgação)

A Mozilla lançou a versão 12 do navegador web Firefox nesta terça-feira (24). Entre as novidades está um recurso de atualização 100% automática, que não solicita mais ao utilizador uma autorização do Controle de Contas de Usuário (UAC) no Windows Vista e 7, nem exige usar o comando “Executar como” no Windows XP.

A função é possível por meio de um “serviço” do Windows. Serviços são programas especiais que realizam tarefas determinadas. Eles sempre são executados com os privilégios com os quais foram criados, independentemente das permissões do usuário logado no sistema.

Como o Firefox é instalado por padrão na pasta “Arquivos de Programas”, um usuário sem direitos administrativos não tem permissões para alterar os arquivos, não podendo, assim, atualizar o programa.

Durante a atualização, o Firefox aciona o Mozilla Maintenance Service, que ficará encarregado de substituir os arquivos antigos pelos novos. Quando o Firefox for executado novamente, ele estará atualizado.

Mozilla Maintenance Service na lista de Serviços do Windows. (Foto: Reprodução)

O Firefox agora tem um recurso de atualização comparável ao do Google Chrome. O Chrome, porém, não usa serviços para se atualizar. Ele se instala diretamente em uma pasta que o próprio usuário tem acesso de escrita (a “Dados de Aplicativos”).

Com isso, o navegador dispensa a necessidade de privilégios adicionais. Mas isso também significa que cada usuário do computador terá de instalar o Chrome separadamente, o que não é necessário no Firefox.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

2 Comments

  1. A atualização automática nem sempre é bem vinda. Quem está
    conectado na internet com boa velocidade não  sente as atualizações. Mas, para
    quem usa a pré-cambriana discada, uma atualização fora de hora pode atrapalhar
    e muito a navegação.

    Já tentei no Chrome desabilitar a atualização automática,
    mas sempre algo estava conectado em servidores do google, me roubando banda,
    justamente na hora que mais precisa da conexão. Se no firefox não houver
    possibilidade de habilitar ou desabilitar isso, pode não ser uma boa noticia.

    Bom mesmo seria tanto no 
    Chrome quanto no Firefox se o usuário tivesse a opção de ser avisado das
    atualizações. Apenas avisado, e escolher quando baixa-las e insta-las.

    Ponto positivo para o Firefox em relação ao Chrome é que ele
    não precisa instalar em cada conta de usuário. 

    Curtir

    Responder

  2. Talita Santos 26/11/2014 às 17:58

    Olha, nem sempre se quer atualizar um programa, mas geralmente é necessário, né? De qualquer forma, não uso mais o Firefox hoje em dia, mudei pro PSafe Total Internet, que é bem parecido com o Chrome – que eu usava antes – só que com algumas funções extras como uma loja de aplicativos bem interessante.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s