Observando (Mattox/SXC)

Senador defende programa secreto: ‘nunca recebemos reclamação’. (Mattox/SXC)

Após uma reportagem do jornal britânico The Guardian revelar que a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos realiza um abrangente monitoramento de todas as chamadas realizadas pela ou para a operadora Verizon, congressistas se manifestaram afirmando que a ação é conhecida desde 2007 e que “todos os senadores sabem disso”.

O senador republicano Saxby Chambliss afirmou à imprensa que não há registro de nenhuma reclamação de cidadão sobre o monitoramento — cujo grande público desconhecia até esta quinta-feira (6), quando a reportagem do jornal britânico foi publicada.

Chambliss e a senadora Dianne Feinstein, ambos integrantes da Comissão de Inteligência do Senado, defenderam o programa, mas Feinstein admitiu que não sabe se os dados coletados estão sendo utilizados.

“Tivemos aproximadamente 100 [possíveis ataques] e prisões feitas pelo FBI desde 2009. Não sei até que ponto esses dados foram usados ou mesmo se foram usados, mas sei disso, senhores, os terroristas virão atrás de nós se puderem e a única maneira de nos protegermos disso é com boa inteligência”, disse a senadora.

Feinstein também confirmou a teoria do jornal britânico que os três meses de validade da ordem judicial faziam parte de uma reautorização de rotina, que é novamente prolongada quando está próxima de expirar. A afirmação também dá a entender que todas as operadoras de telefonia, e não apenas a Verizon, estão repassando dados.

Ela criticou a publicação da ordem. “Temos uma cultura de vazamentos”, declarou, em possível referência aos recentes vazamentos de dados do governo norte-americano para sites como o Wikileaks.

Alguns legisladores disseram não conhecer as ações de vigilância, que são, segundo o governo Obama, autorizados pela lei FISA.

A última extensão da lei FISA foi votada em dezembro no Senado, passando por 73 votos a favor e 23 contra.

“Nunca votei intencionalmente a favor de nenhum projeto que daria autorização completa para monitorar todas as chamadas telefônicas”, disse o senador republicano Johnny Isakson segundo o jornal The Hill. Isakson votou a favor da lei FISA e do Patriot Act (Ato Patriota), outra legislação que aumenta os poderes de monitoramento do governo.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s