Você pode não ser o único a acessar as imagens da sua câmera. (Christoph Burgdorfer /FreeImages.com)

Você pode não ser o único a acessar as imagens da sua câmera. (Christoph Burgdorfer /FreeImages.com)

Um site chamado InseCam (Inse — insegurança; camcâmeras) expõe de forma pública pelo menos 900 imagens capturadas de câmeras em IPs brasileiros. No mundo, são 70 mil. O site simplesmente mostra imagens públicas de usuários que não trocaram as senhas que vêm configuradas de fábrica nos equipamentos, o que demonstra a falta de importância que muitos usuários dão para suas configurações de segurança na rede.

Geralmente quando compramos uma câmera com capacidade de conexão a internet, buscamos aumentar nossa segurança. Seja para monitorar os filhos, a empresa ou mesmo sua residência. Esse tipo de equipamento permite que remotamente se verifique as imagens ao vivo de sua instalação sem a necessidade de ir até o local e conferir a gravação. Porém, como o vídeo é transmitido pela internet, um individuo mal intencionado pode tentar interceptar os dados caso não sejam tomados os devidos cuidados.

Muitos usuários, às vezes por não ter conhecimento, não se preocupam com a segurança virtual e acabam instalando equipamentos eletrônicos sem alterar suas senhas padrões, o que permite o acesso indevido. O site InseCam captura diversas câmeras de algumas marcas conhecidas, entre elas Foscam, Panasonic, Linksys e IPCamera, e publica suas imagens livremente. A busca é realizada por endereço IP e utilizando um pacote de senhas padrões de cada fabricante.

Logo ao acessar o portal é possível se deparar com a mensagem:

“…This site has been designed in order to show the importance of the security settings. To remove your public camera from this site and make it private the only thing you need to do is to change your camera password.”

“…Esse site foi desenvolvido com o intuito de mostrar a importância das configurações de segurança. Para remover sua câmera pública deste site e manter suas imagens privadas basta trocar a senha de sua câmera”

O autor tenta explicar o porquê de suas imagens constarem no site, como um motivo óbvio para o alerta, afinal apenas substituindo a senha e login padrão suas imagens são removidas.

Para uma ação de alerta aos cuidados com a segurança na internet o portal InseCam se mostrou muito prejudicial aos usuários afetados, mesmo que tenha um cunho para segurança ele expos a privacidade de muita gente. Essa exposição foi em partes anonimamente, afinal a maioria dos usuários que ali aparecem não tem conhecimento de suas imagens vazadas. Isso acaba mostrando as fragilidades que encontramos no mundo digital.

Site permite exibir câmeras por país de acordo com o endereço IP. (Reprodução)

Site permite exibir câmeras por país de acordo com o endereço IP. (Reprodução)

Caso sua câmera tenha sido exposta ou você tenha dúvidas em relação a sua privacidade, a Linha Defensiva sugere a troca de login e senha de seu dispositivo. Isso é o mínimo que você deve fazer, mas lembre-se de também ficar atento aos alertas do fabricante: câmeras IP podem ter falhas que permitirão o acesso mesmo sem a senha.

Anúncios

Escrito por engineerbr

2 comentários

  1. Incrível. Parabens pelo artigo.

    Curtir

    Responder

  2. Andrey Glauzer 26/01/2015 às 12:23

    Muito bom o artigo !

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s