Um programa que permite decodificar a proteção AACS de filmes HD-DVD foi lançado no final de dezembro. O programa — BackupHDDVD — necessitava que os usuários soubessem as chaves secretas para copiar os filmes para o disco rígido. Chaves que podem ser usadas com o programa começaram a circular pela web, permitindo que usuários decodifiquem os filmes e os copiem para o disco rígido.

Por si só, o BackupHDDVD não quebrou nenhuma proteção do HD-DVD, pois se tratava apenas de um decodificador baseado na especificação da AACS, que está disponível publicamente e é utilizada para proteger os filmes. O anúncio do programa, no entanto, movimentou a comunidade do fórum Doom9, que trata de assuntos como a criação e edição de DVDs. Diversos membros da comunidade foram seguindo as pistas de Muslix64, autor do software, para extrair as chaves necessárias para a decodificação dos filmes.

Muslix64 ainda não explicou por que não divulgou as chaves pessoalmente, mas acredita-se que a disponibilização de tais chave pode ser ilegal. Inicialmente, a postagem de chaves era proibida até mesmo no fórum Doom9, mas uma mudança nas regras permitiu que os visitantes do site compartilhassem as chaves que encontraram.

No dia 2 deste mês, Muslix64 lançou uma versão melhorada do BackupHDDVD que permite o uso de “chaves de volume”, enquanto a versão anterior usava as “chaves do título”. Um HD-DVD tem apenas uma chave de volume, que é usada para obter as chaves de título. Cada parte do filme é decodificada com uma chave de título diferente, o que significa que a primeira versão do programa necessitava várias chaves para copiar apenas um filme, enquanto a nova é mais simples de ser configurada.

A primeira chave decodificada chegou na forma de uma charada. de autor desconhecido. Para resolvê-la foi necessário procurar por 16 termos de busca no Google e anotar os números presentes nos primeiros resultados. Após converter os números para uma base hexadecimal, o valor se transformou na chave para decodificar um filme. Usuários utilizaram esta chave conhecida para encontrar as demais na memória de um programa reprodutor de vídeos HD-DVD.

Diversos websites e usuários questionaram a veracidade das afirmações de Muslix64, por ser um desconhecido, e ainda não havia uma prova concreta de que o seu programa funcionava.

Muslix64 afirma ter criado o programa porque, mesmo com um leitor de HD-DVD, o software reprodutor de vídeo negou-se a exibir o filme porque sua placa de vídeo não era compatível com HDCP e seu monitor de alta definição estava conectado via DVI. Filmes HD-DVD não são reproduzidos nessa configuração porque ela permite que todo conteúdo transmitido pelo cabo de conexão com o monitor seja copiado.

Em outras palavras, uma proteção antipirataria, que entrou em ação mesmo quando apenas se queria ver um filme adquirido legalmente, foi a motivação para a decodificação da AACS. Decodificá-la permitiu que Muslix64 assistisse seus filmes em alta definição no computador sem problema algum.

O desconhecido, agora com uma reputação melhor, diz no fórum Doom9 que o próximo passo é decodificar o BD+, a proteção adicional presente nos discos do formato Blu-Ray, concorrente do HD-DVD.

Nota Especial

Alguns comentaristas na matéria anterior sobre este assunto perguntaram onde é possível obter o programa. A Linha Defensiva reforça que a proteção quebrada pertence ao formato de DVDs de alta definição, HD-DVD, não sendo possível utilizar o software sem pelo menos a instalação de um leitor de HD-DVD no computador. O software, que acompanha código fonte, pode ser obtido em links criados no tópico do fórum Doom9.

Anúncios

Escrito por Altieres Rohr

Jornalista e tradutor. Editor dos sites Linha Defensiva e Garagem 42 e colunista de Segurança Digital no portal G1 da Rede Globo.