Teclado acorrentado

Prisões estão ligada às ações de simpatizantes do Anonymous. (Foto: Armin Hanisch/SXC)

O FBI anunciou a prisão de 14 crackers acusados de um ataque online ao PayPal, reinvidicado pelo grupo Anonymous. A execução dos mandados de prisão ocorreu nesta terça-feira (19), junto de outros 35 mandados de busca e apreensão.

Os suspeitos foram presos em operações que ocorreram nos estados de Alabama, Arizona, Califórnia, Colorado, Washington, Flórida, Massachusetts, Nevada, Novo México e Ohio.

Outros dois suspeitos, somando um total de 16, foram presos nesta terça, acusados de crimes semelhantes na Flórida e em Nova Jersey. A operação americana ocorre após a prisão de outros membros do Anonymous na Europa na semana passada.

Acusação

Os indivíduos presos são acusados de terem realizado ataques contra o PayPal, Visa e Mastercard depois que essas empresas se recusaram a prestar serviços de pagamento para o site Wikileaks.

Eles são acusados de dano a computador protegido, um crime cuja pena é de até 10 anos de prisão e multas de US$ 25 mil. Por terem formado um grupo com o Anonymous, a polícia incluiu também o crime de formação de quadrilha, que tem inicialmente uma pena máxima de 5 anos de prisão e multas de até US$ 250 mil, mas pode ser mais dependendo do número de acusações envolvidas.

Quem foi preso

Segundo o Departamento de Justiça americano, os 14 indivíduos presos pelo FBI são:

  • Christopher Wayne Cooper, 23, usava o apelido Anthrophobic;
  • Joshua John Covelli, 26, usava os apelidos Absolem e Toxic;
  • Keith Wilson Downey, 26;
  • Mercedes Renee Haefer, 20, usava os apelidos No e MMMM;
  • Donald Husband, 29, usava o apelido Ananon;
  • Vincent Charles Kershaw, 27, usava os apelidos Trivette, Triv e Reaper;
  • Ethan Miles, 33;
  • James C. Murphy, 36;
  • Drew Alan Phillips, 26, usava o apelido Drew010;
  • Jeffrey Puglisi, 28, usava os apelidos Jeffer, Jefferp e Ji;
  • Daniel Sullivan, 22;
  • Tracy Ann Valenzuela, 42;
  • Christopher Quang Vo, 22
  • Um acusado cujo nome não foi revelado
Anúncios

Escrito por Giovane Martins

Licenciado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestrando em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Estudante de especialização em Educação, com ênfase em Ensino de Filosofia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Editor adjunto da revista Redescrições. Membro do GT da ANPOF "Semiótica e Pragmatismo" e membro associado da The Richard Rorty Society. Finalista do Prêmio JOTA/Inac de Combate à Corrupção do ano de 2016. Participou da organização do XIV Congresso Internacional da Société Internationale pour l'Étude de la Philosophie Médiévale (SIEPM). Atua nas seguintes linhas de pesquisa: Tolerância no Liberalismo Moderno; Liberdade de Expressão; Pluralismo de Valores; Liberalismo; Socialismo; Social-Democracia; Filosofia Política e Social; Filosofia Moderna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.