A exceção: Cydoor

Em frente aos diversos softwares duvidosos, temos o Cydoor. A grande diferença do Cydoor é que ele não possui nenhum tipo de esquema de afiliados, muito menos pode ser executado como um programa separado.

A única maneira de obter o Cydoor é através da instalação de um programa, tal como o KaZaA ou iMesh. Ele funciona a partir do programa e é removido quando o programa é desinstalado, ou seja, servindo perfeitamente na idéia inicial sobre adwares.

Não é possível desinstalar o Cydoor através do Adicionar/Remover Programas, mas isso é normal — você também não pode simplesmente pular os anúncios na sua TV. Se você não quer ver os anúncios e não quer pagar pelo programa, você é que estará fazendo algo ilegal.

Infelizmente, o Cydoor não é uma regra e sim uma exceção. A maioria dos programas chamados de adware agem da forma dita anteriormente, desrespeitando o usuário e muitas vezes violando leis. Além disso, a Cydoor já distribuiu um programa chamado ToPicks que funcionava da mesma maneira que os demais, embora hoje esse programa não exista mais.

Conclusão

A indústria dos adwares — que lucra em torno de 2 bilhões de dólares por ano de acordo com a Webroot — é com certeza uma indústria negra, que errou muito, que persiste nos seus erros e que faz pouco para corrigí-los.

Você agora já sabe que adwares são suportados por empresas, não grupos anônimos de programadores de malware e sabe que alguém está ganhando muito dinheiro com essas atividades ilegais e anti-éticas.

Diversas pessoas tentam regular essa indústria, mostrando os erros e atividades ilegais exercidas por ela, o que nos faz acreditar que a grande mudança só ocorrerá quando o Estado começar a intervir nessa indústria que, hoje, não possui nenhuma regulamentação.

Escrito por Altieres Rohr

Editor da Linha Defensiva.